Inscrições abertas para o Fórum Juvenil do Patrimônio Mundial.

    O Ministério da Cultura, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em parceria com a Federação Brasileira dos Albergues da Juventude, promoverá a edição regional do Fórum Juvenil do Patrimônio Cultural, entre os dias 16 e 26 de julho. Poderão participar jovens de 18 a 22 anos, de todo o Brasil e de outros 18 países da América do Sul, África e Ásia.

    As inscrições serão feitas até o dia 1º de julho, através do site http://www.patrimoniojovem.com.br/. Serão selecionados 27 representantes de cada um dos estados brasileiros e mais 18 jovens dos países convidados de idioma português ou espanhol da América do Sul, África, Ásia e Europa. São eles: Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Chile, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Portugal, Espanha, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial e Timor Leste. Com a exceção de Portugal e Espanha, a abrangência do encontro adota como base o conjunto de países que serão atendidos pelo Centro Regional de Formação para a Gestão do Patrimônio, unidade de referência internacional reconhecida pela Unesco.

    O Centro está em fase de implantação no Palácio Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro. Cada candidato deve inscrever um pequeno projeto de ação educativa em prol do Patrimônio Cultural. O projeto será avaliado por comissão composta pelo Iphan, Albergues da Juventude e outros parceiros da rede das Casas do Patrimônio do Iphan. Os autores escolhidos participarão de uma vivência por alguns sítios brasileiros inscritos na Lista do Patrimônio Mundial. O Fórum Juvenil deverá congregar estudantes, líderes comunitários, membros de associações vinculadas às localidades onde existem bens do Patrimônio Mundial e sócios da rede internacional de Albergues da Juventude. Os jovens participarão de oficinas, eventos culturais, debates e roteiros de visitas a quatro dos 17 bens brasileiros declarados Patrimônio Mundial, nas cidades de Foz do Iguaçu – PR, São Miguel das Missões – RS, Goiás – GO e Brasília – DF. Os objetivos são a troca de experiências e a apresentação de ferramentas educativas centradas no envolvimento de comunidades, na construção coletiva de conhecimentos, na apropriação social sustentável desses bens, que são referências para a afirmação e a valorização da diversidade e das identidades culturais.

    Brasil também participa do Fórum Juvenil Ibero-Americano Entre os dias 20 e 30 de junho, ocorre na Espanha outra iniciativa de educação patrimonial voltada ao público jovem: a segunda edição do Fórum Juvenil Ibero-Americano do Patrimônio Mundial. A primeira edição aconteceu em 2009, em Sevilha, quando a cidade sediou a 33ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial. Este ano o encontro é realizado em Aranjuez, com a participação de estudantes de 12 a 15 anos da Espanha, Portugal e países ibero-americanos. Foram selecionados dois jovens brasileiros, do Ceará e do Rio de Janeiro. Paisagem cultural e turismo sustentável são os principais temas do Fórum de Aranjuez.

    Além das atividades com os jovens, a expectativa é de que o encontro estimule o aumento do intercâmbio de experiências sobre educação patrimonial entre os Ministérios da Cultura do Brasil e da Espanha. A partir da realização dos dois Fóruns Juvenis, projeta-se ainda a articulação de uma rede juvenil internacional capaz de trabalhar em conjunto com governos e outros agentes da sociedade civil em ações de preservação, promoção e sustentabilidade do Patrimônio Mundial. Para saber mais informações sobre o Fórum Ibero-Americano, visite o site http://www.patrimoniojoven.com/