Complexo Cultural Funarte divulga programação até dezembro.

Renato Acha

O Complexo Cultural Funarte divulgou os selecionados para integrar a programação em Brasília de outubro a dezembro de 2011. A Sala Funarte Cássia Eller e a Sala Funarte Plínio Marcos receberão uma vasta programação selecionada de forma criteriosa pelos dois vencedores dos editais de ocupação. Ambos projetos de ocupação dividiram por temas os meses em que a pauta do complexo será voltada para espetáculos e shows escolhidos para preencher os espaços da Funarte.

“A importância do programa de ocupação das salas da Fundação Nacional de Artes – Funarte está, principalmente, no acesso das mais diversas manifestações artísticas a esses espaços públicos. A ocupação da Sala Cássia Eller, voltada para a música, e do Teatro Plínio Marcos, dirigido a teatro, dança e circo, segue os critérios democráticos utilizados pela Funarte, que abre o processo a toda a comunidade artística brasileira, por meio de editais públicos. Além disso, a seleção dos projetos é realizada por comissões independentes, compostas por especialistas em cada área”, destaca o presidente da Funarte, Antonio Grassi.

A Sala Funarte Cássia Eller vai receber uma programação que destaca a diversidade musical da atual produção musical brasileira. Quatro iniciativas prometem mostrar um pouco da diversidade musical brasileira com artistas que representam estilos musicais tradicionais e também alguns que deram uma nova forma a ritmos e sons que se misturam e se transformam.

A curadoria reuniu Cacai Nunes, violeiro e pesquisador da música brasileira, Fábio Pedroso, músico e produtor do grupo Móveis Coloniais de Acajú, Rênio Quintas, maestro e produtor cultural e Anderson Lira, produtor e DJ.

Em outubro, o projeto Novas Fronteiras da Música traça o perfil de uma geração que cria música sob um novo contexto de intercâmbio de informações e que propõe novas possibilidades estéticas. Com artistas que representam o perfil da nova música brasileira, o projeto vai apresentar ao público a criatividade de artistas revelados nos últimos anos.

Na segunda quinzena de outubro, o Violas, Guitarras e Outras Modernidades fará um panorama da viola caipira e os contornos dados por músicos de vanguarda a este instrumento que faz parte da identidade cultural de todo brasileiro.

Em novembro é a vez de Conexão África Brasília em comemoração ao Ano Internacional dos Povos Afrodescendentes, instituído pela ONU. A homenagem leva a  Sala Cássia Eller uma programação que amplifica as matrizes africanas nos repertórios de jovens cantoras e de artistas que bebem na fonte da cultura afro-brasileira. A ideia é mostrar ao público a importância da influência negra na criação da identidade cultural e musical no Brasil. Assim, o projeto vai mostrar a nova geração de cantoras e também artistas consagrados que utilizam em seu processo de composição as bases da musica africana.

No mês de dezembro, o projeto Brasília Minha Música traz artistas brasileiros que fazem em suas canções uma homenagem a Brasília. A criação artística local será evidenciada com o intuito de consolidar o atual cenário musical brasiliense.

O projeto de Ocupação da Sala Cássia Eller é uma realização do Instituto Zabilin de Arte e Cultura, organização social surgida em 1997 que tem a missão de pesquisar, produzir e divulgar conhecimento nos campos da arte e da cultura. Nos últimos anos tem sido responsável pela realização de importantes eventos e projetos de música e de teatro.

A Sala Funarte Plínio Marcos vai receber em novembro, o projeto PARALELO 16 –  Mostra de Dança Contemporânea. Trata-se de uma iniciativa que se consolida articulando importantes ações de qualificação profissional, intercâmbio, circulação do produto cultural e formação de plateias para a dança.

Concebido e realizado em duas edições em Goiânia gerou desdobramentos importantes e múltiplos, ao mesmo tempo em que criou tradições no cenário cultural daquela capital. Em 2011, o Paralelo 16 dá um salto e realiza a terceira edição em Brasília, como forma de aproximar as duas cidades no processo de produção e divulgação da dança brasileira.

Em novembro e dezembro , o projeto Solos Em Cena destaca a experiência e trabalho do ator na construção do personagem com espetáculos de Brasília, Bahia e São Paulo, todos centrados na figura do ator como instrumento principal da atividade cênica, incentiva o intercâmbio e a circulação de espetáculos de grande valor artístico.

O objetivo do Solos em Cena é contribuir tanto para a ampliação do público voltado para espetáculos de pesquisa, quanto no contato dos artistas de Brasília com a produção cultural de outras capitais. São espetáculos largamente premiados por todo o Brasil, de reconhecido potencial artístico, reconhecidos pela crítica especializada e pela mídia especializada em arte e cultura.

Em dezembro, o Tratr Funarte Plínio Marcos estreia a primeira edição do Festival de Teatro de Terreiro. O festival vai proporcionar aos espectadores a possibilidade de olhar com atenção, de perceber e contemplar a riqueza de nossa arte popular. A iniciativa nasce com o intuito de discutir e difundir o teatro popular do Brasil, mostrando ao grande público sua contemporaneidade, suas estruturas dramáticas, seus símbolos, seus atores-brincantes, suas técnicas históricas e seu discurso social.

Uma riqueza inconsciente pela qual se pode restabelecer o convívio com o mundo simbólico, mítico e povoado de figuras e histórias misteriosas de nossa cultura popular. Um fértil patrimônio coletivo, desconhecido para muitos brasileiros, acostumados com uma única forma de linguagem teatral baseada na cultura erudita.

A produção do Festival de Teatro de Terreiro entende que as fronteiras entre universo popular e erudito são dinâmicas, por isso buscam por meio de espetáculos, palestras e rodas de conversa criar uma conexão entre a arte popular e a erudita, entre o profano e o sagrado, o moderno e a tradição, para que possamos refletir sobre o papel que o teatro popular ocupa e pode vir a ocupar no Brasil e no mundo.

O projeto de Ocupação do Teatro Funarte Plínio Marcos selecionado é uma realização da Matéria Primma (www.materiaprimma.com.br) empresa que atua há 20 anos no mercado de produção cultural, tendo promovido eventos e idealizado projetos com grandes nomes da música, do teatro e dança brasileira e com os mais importantes artistas de Brasília.

Buscando contribuir com ampliação do público consumidor de cultura no Distrito Federal, e facilitar o acesso das camadas mais baixas da  população aos bens culturais, todos os shows e espetáculo terão ingressos acessíveis (R$ 5,00 meia).

Confira a programação do mês de outubro:

MOSTRA DE TEATRO PARA A INFÂNCIA (Plínio Marcos) / NOVAS FRONTEIRAS (Cássia Eller)
DATA DIA HORA LOCAL ATRAÇÃO
12/10 Quarta 16h

19h

22h

Plínio

Cássia

Cássia

Menininha (RJ)

B Negão (RJ) e Ataque Beliz (DF)

Bate Papo – “As novas formas de produção e distribuição de música no ambiente colaborativo” com B Negão + Fabio Pedroza + Dillo D’Araújo.

13/10 Quinta 16h

21h

Plínio

Cássia

Menininha (RJ)

Toró de Palpite (DF) + Satanic Samba Trio (DF).

14/10 Sexta 21h Cássia Sacal (PB) + Ventoinha de Canudo (DF)
15/10 Sábado 16h

21h

Plínio

Cássia

O Chapéu (DF)

Ciclone na Moringa (DF) + Umbando (GO)

16/10 Domingo 16h

20h

Plínio

Cássia

O Chapéu (DF)

Macaco Bong (MT) + Caldo de Piaba (AC)

19/10 Quarta 15h às 17h

20h às 22h

Plínio

Plínio

O Processo criativo na produção artística para a criança.

Palestrante: Gabriel Guimard / Mediadores: Lui (Udi Grudi) e Isabela Brochado. (Entrada Franca).

Educação e Arte para a infância.

Palestrante: Paula Zurawski / Mediadora: Fabiana Marroni

MOSTRA DE TEATRO PARA A INFÂNCIA (Plínio Marcos) /

VIOLAS, GUITARRAS E OUTRAS MODERNIDADES (Cássia Eller)

20/10 Quinta 16h

20h

Plínio

Cássia

Meu Chapéu é o Céu (DF)

Pereira da Viola (MG) + Dillo D’Araújo (DF)

21/10 Sexta 16h

20h

22h

Plínio

Cássia

Cássia

A Guerrilha do Bom Humor (DF)

Rodrigo Caçapa (PE) + Hamilton de Hollanda (DF)

Bate Papo: “Causos e Histórias de violeiros na criação artística” com Cacai Nunes + Pereira da Viola, Roberto Correa.

22/10 Sábado 16h Plínio Musical Infantil: “Ser encantado – Michael Jackson” (DF)
23/10 Domingo 16h Plínio Musical Infantil: “Ser encantado – Michael Jackson” (DF)
26/10 Quarta 15h às 17h

20h às 22h

Plínio

Plínio

Dramaturgia no Teatro Infantil e Jovem

Palestrante: Marcelo Romagnoli / Mediadores: Tino Freitas e Maurício Leite.

O Jogo Teatral no desenvolvimento infantil.

Palestrante: Maria Helena Kuhner / Mediadora: Joana Abreu

27/10 Quinta 16h

20h

Plínio

Cássia

Caixa de Memória (DF)

Fernando Sodré (MG) e Pedro Martins (DF).

28/10 Sexta 16h

20h

Plínio

Cássia

Tome sua Poltrona (DF)

Cacai Nunes (DF) e Nicolas Krassik (RJ).

29/10 Sábado 16h Plínio Fragmentos de Sonhos do Menino da Lua (DF)
30/10 Domingo 16h Plínio Fragmentos de Sonhos do Menino da Lua (DF)