Glória Coelho fala sobre moda na festa de 15 anos da maison Ana Paula.



Glória Coelho. Foto de Renato Acha.

Renato Acha

A maison Ana Paula comemorou 15 anos com uma festa na loja da QI 05 do Lago Sul onde estiveram presentes cerca de 600 convidados que viram o espaço se transformar em um enorme salão de festas com nichos onde modelos de alguns  estilistas foram expostos.

Ana Paula Gonçalves. Foto de Renato Acha.

Ana Paula Gonçalves recebeu os convidados com um belo vestido de  Glória Coelho, que conversou com o Acha Brasília e falou sobre a identificação mútua entre pessoas através da moda, Twitter e a  moda de Pedro Lourenço.

Acha – Eu admiro muito o seu trabalho pelo fato de apresentar uma mulher que se materializou há alguns anos.

Glória – Eu acho que tem muita gente no mundo. Então há pessoas que se identificam comigo e eu me identifico com elas. Penso que esta mulher já existia e a gente está se encontrando.

Acha – É uma coisa meio Blade Runner?

Glória – Não. Acho Blade Runner o máximo e assisto a este filme direto, sabia? É meu filme predileto. É uma mulher que precisa se divertir com a moda, mas ela precisa de prazeres. A moda no mundo é uma só. Você anda no Japão e você vê aquela mulher com a qual se identifica e ela se identifica com você, aquela pessoa que tem a mesma escolha que você.

Acha – Você e o Reinaldo Lourenço tiveram um rebento, Pedro Lourenço,  super cotado no mercado da moda. Ele é realmente muito bom no que faz!

Glória – Muito bom. Você sabe o que acontece com o Pedro, em minha opinião de mãe, uma coisa bem coruja. Ele é meio fresco. As coisas que ele faz já existem, mas ele faz de um jeito tão novo, que fica com cara de Pokémon.

Acha – Futurismo com humor.

Glória – Eu acho essa palavra futurista velha, sabia? Futurismo são anos 60. Você tem que falar digital. Ah, Ele é digital.

Acha – Qual a sua relação com as novas mídias sociais?

Glória – No Twitter eu escrevo só coisas que valham à pena, mas meu assistente entra no meu Twitter também. Ele publica sobre bazares e um monte de coisas, em geral é ele quem faz. No Twitter eu procuro uma frase do Chopra para falar algo que funcione para as pessoas. @DeepakChopra

Acha – Você pretende vir a expor em Brasília, algo além dos modelos que estão nas lojas?

Glória – Tenho uma exposição que abre no dia 2 de fevereiro, em São Paulo, no Museu da Casa Brasileira.

Pedro Albuquerque. Foto de Renato Acha.
DJ Usha. Foto de Renato Acha.
André Lima. Foto de Renato Acha.
Balmain. Foto de Renato Acha.