Todos os Sons – Domingo CCBB abre programação anual.

Paulo André e Oswaldo Amorim - Divulgação
Paulo André e Oswaldo Amorim - Divulgação

Já estão marcados os cinco shows do ano de um projeto que recuperou a vocação de Brasília para os grandes concertos ao ar livre.TODOS OS SONS – DOMINGO CCBB, em 2010, vai acontecer mensalmente, de abril a setembro (com exceção do mês de julho), e homenagear os músicos da cidade, no ano em que Brasília comemora seu cinquentenário. A programação inclui alguns dos grandes nomes da área no Distrito Federal. Para começar, em 25 de abrilHamilton de Holanda Quinteto, um dos grupos mais premiados da música brasileira, indicado em 2007 ao Prêmio Grammy. O quinteto de Hamilton sobe ao palco depois dos shows de Paulo André & Oswaldo Amorime de André Vasconcellos & Daniel Santiago. O som começa às 17 horas, na área externa do Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília. Entrada franca.

O projeto – que tem direção de Guilherme Reis, curadoria de Bia Reis e cenografia de Dalton Camargos – segue com Roberto CorrêaSiba (30 de maio), Caraivana (27 de junho), Móveis Coloniais de Acaju (22 de agosto) e fechando a série, em 5 de setembro, a primeira vinda a Brasília do músico sérvio Goran Bregovic, conhecido por compor as trilhas dos filmes de Emir Kusturica. Aqui, ele faz o lançamento mundial do disco Alkohol: Sjivovica & Champagne, junto com sua Orquestra para Casamentos e Funerais, formada por dezenas de músicos ciganos. O concerto de Bregovic encerra o projeto TODOS OS SONS – DOMINGO CCBB e acontece dentro do âmbito do CENA CONTEMPORÂNEA – Festival Internacional de Teatro de Brasília. Todos os shows da série têm entrada franca e começam às 17 horas. No total, passarão pelo palco do projeto mais de 15 atrações.

No primeiro show, antes do Hamilton de Holanda Quinteto, sobem ao palco os instrumentistas, compositores e arranjadores Paulo André e Oswaldo Amorim, acompanhados pelo percussionista Leander Motta, apresentando o belíssimo CD Na Estrada, produção independente gravada com recursos próprios e o apoio do Fundo de Apoio a Cultura – FAC/DF.

A programação se completa com o show de André Vasconcelos e Daniel Santiago, que contará com as participações do jovem e talentoso saxofonista Josué Lopez e do grande baterista Xande Figueiredo, tocando músicas autorais e interpretando clássicos com releituras inusitadas. Esse projeto esteve em temporada durante três meses no Espaço Rio Carioca, no Rio de Janeiro, sendo muito bem aceito pelo público e crítica carioca.

PROGRAMAÇÃO

25 DE ABRIL (17h, área externa do Centro Cultural Banco do Brasil)

PAULO ANDRÉ E OSWALDO AMORIM

Lançamento do CD “Na Estrada” – OSWALDO AMORIM & PAULO ANDRÉ TAVARES

O disco é o retrato da trajetória musical dos dois instrumentistas e compositores, fruto de treze anos de parceria em diversos trabalhos no Brasil e no exterior.  Apesar da ênfase na riqueza da Música Popular Brasileira, o trabalho é marcado pela diversidade, pela fusão de ritmos e estilos de varias culturas e países.

Instrumentistas, compositores e arranjadores, Paulo André Tavares e Oswaldo Amorim nasceram no Rio de Janeiro e residem em Brasília há vários anos, são professores efetivos da Centro de Ensino Profissional / Escola de Música de Brasília, graduados em Música pela Universidade de Brasília (UnB) e possuem Mestrado em Jazz Performance nos EUA – Nova Iorque. Além de vários shows e gravações no Brasil, tocaram muitas vezes juntos no exterior: dividiram o palco em Quito/Equador, estiveram em turnê pela Rússia e Ucrânia e atuaram intensamente nos Estados Unidos, acompanhando grupos e artistas do cenário musical de Nova Iorque.

De volta ao Brasil, em 2003, criam o Duo, para traduzir a experiência musical vivenciada e compartilhada ao longo dos anos. Desde então, já se apresentaram em diversos palcos brasileiros, além de ministrarem workshops e oficinas em Brasília e em outras cidades. O trabalho do Duo já foi registrado em vídeo em quatro especiais veiculados freqüentemente pelas emissoras: TV Senado (abril de 2004); TV Câmara (maio de 2005); TV SESC (novembro de 2006) e TV BRASIL (novembro de 2008).

Oswaldo Amorim é diretor musical do Projeto Jam, professor e contrabaixista. O violonista e guitarrista Paulo André é professor e criou, junto com o violonista Jaime Ernest Dias, a Orquestra de Violões de Brasília, que gravou dois CDs. Os dois estarão acompanhados pelo baterista e percussionista Leander Motta.

GUSTAVO DELLAGERISI E DANIEL SANTIAGO

O baixista Gustavo Dellagerisi

Daniel Santiago iniciou sua vida musical aos sete anos de idade. Fundou com Hamilton de Holanda e Rogério Caetano o elogiado “Brasília Brasil Trio”, com o qual lançou o disco “Abre Alas” pela gravadora Velas, em 2001. Também neste ano foi semifinalista do prêmio VISA Instrumentistas ao lado de Rogério Caetano. Faz parte do quinteto Brasilianos, grupo liderado por Hamilton de Holanda, que recebeu o prêmio de melhor grupo do Brasil no prêmio Tim 2007. Com o Hamilton de Holanda Quinteto participou de festivais nos Estados Unidos, França, Itália, Espanha, Holanda, Portugal e Córsega além das principais capitais do Brasil. Já tocou ou gravou com artistas como Hermeto Pascoal, João Bosco, Ivan Lins, Djavan, Toninho Horta, Maria Betania, Ney Matogrosso, Flávio Venturini, Guinga, Ed Motta, Leila Pinheiro, Dominguinhos, Zélia Duncan, Dona Ivone Lara, Elza Soares, Yamandú Costa e vários outros, dentre nomes internacionais como Didier Lockwood, Richard Galiano, Linley Marthe, Felipe Cabrera. Acaba de produzir o novo disco de Gabriel Grossi (Arapuca – Delira Music) e juntos, excursionaram pela França e Itália, Irlanda.

HAMILTON DE HOLANDA QUINTETO

Grupo musical brasileiro mais premiado de 2007, sendo nomeado até para o Grammy, o Hamilton de Holanda Quinteto vem se apresentando em diversos eventos e festivais de grande importância, no Brasil e no mundo. O grupo já dividiu o palco com Maria Bethânia, Djavan, Ivan Lins, João Bosco, Seu Jorge, Zélia Duncan, John Paul Jones (Led Zepellin) e vários outros, além de uma noite singular com os músicos do Buena Vista Social Club. Seu último trabalho “BRASILIANOS 2” (2008) é totalmente autoral e é a continuação do manifesto cultural pela acessibilidade do grande público à música contemporânea brasileira feita pelos seus jovens virtuoses. A música que fazem é uma síntese das diversas influências Jazz, Choro, Bossa, Rock… “É uma música que não precisa de rótulos para existir; precisa sim é ser bela.” diz Hamilton. Hamilton de Holanda Quinteto é formado por Daniel Santiago (violão), Gustavo Dellageris (baixo) Gabriel Grossi (harmônica) e Márcio Bahia (bateria).

Serviço – TODOS OS SONS – DOMINGO CCBB 2010

Local: Área externa do Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília

Data: 25 de abril de 2010

Horário: 17h

ENTRADA FRANCA

Informações: (61) 3310. 7087