Cantor e compositor Dudu 7 Cordas lança disco solo “Sambas da Vida” nas plataformas de streaming no dia 24 de dezembro

Fotos: Zizi Villalobos.

Nome conhecido nas rodas de choro, samba e pagode do Distrito Federal, o cantor e compositor carioca Dudu 7 Cordas lança seu primeiro projeto solo “Sambas da Vida” em todas as  plataformas de áudio no dia 24 de dezembro. Composto por sete composições autorais, o álbum é uma imersão musical além das tendências contemporâneas, um convite para explorar a poesia e a música de alta qualidade. Há dois meses, desde o dia 24 de outubro, o músico vem brindando o público com vídeos semanais das músicas em seu canal no YouTube, além do Facebook e Instagram, e agora o presente vem por meio dos streamings de música.

Nascido no Rio de Janeiro, desde 2003 Dudu escolheu Brasília como seu lar. Já na adolescência, ele exibia seu talento no cavaquinho e violão. Aos 17 anos, assumiu a posição de violonista 7 cordas no grupo carioca Novos Chorões, sucedendo seu tio Brito. Destaque no violão de 7 cordas, cavaquinho e nos gêneros musicais de choro, samba e pagode em Brasília, Dudu teve suas composições registradas por renomados artistas do Distrito Federal. Mas é no canto e nas composições que ele tem se encontrado verdadeiramente e é nesse contexto que surge “Sambas da Vida”, um projeto onde Dudu reúne em um mesmo lugar suas habilidades como autor, músico instrumentista e intérprete.

Com os lançamentos dos vídeos, o público já começou a dar um retorno positivo de visualizações e comentários elogiosos para as músicas. Para o artista, a resposta tem sido incrivelmente positiva. “É o meu primeiro trabalho autoral com uma equipe de profissionais fazendo todo o serviço extra-música para mim. Então, essa receptividade tem sido a melhor possível”, ressalta. Quanto à opção de lançar um álbum mais enxuto,  Dudu explica que a escolha visa estabelecer uma conexão mais próxima com o público. “Optei por usar sete composições para ter uma mensagem mais direta, um recado mais perto com o público, ao invés de lançar um disco com 12 ou 14 faixas”, explica.

Em Sambas da Vida, as criações se destacam por alcançar um equilíbrio singular, harmonizando habilmente as influências marcantes do samba e choro com uma musicalidade autêntica. Isso não apenas destaca uma revitalização da tradição, mas também proporciona uma expressão sonora inédita.

“Sambas da Vida”, que leva o nome do álbum, é mais do que uma composição, é uma canção dedicada à esposa de Dudu e à história dos dois, que surgiu a partir dos encontros nos pagodes do Rotary. A história musical viaja pelo início do relacionamento deles, quando ela resistia a outro envolvimento, culminando em uma união de uma década. Em contrapartida, “Logo Comigo” explora as nuances familiares, especialmente durante a pandemia. Dudu compartilha a experiência de distanciamento de um parente devido a fofocas no ambiente de trabalho compartilhado. A música traz também uma contemporaneidade ao abordar desentendimentos causados por fake news no WhatsApp, apesar da conexão profunda que compartilhavam como irmãos.

“Sentimento Espelhado” é uma peça mais recente, nascida da inspiração no Choro no Eixo, onde Dudu é presença constante. O saxofonista Eduardo Neves contribuiu com a ideia após uma tarde inspiradora, sugerindo o título, que inicialmente era sobre choro, mas se transformou em um samba. Já “Cara na Janela” adiciona uma pitada de pagode ao projeto, destacando a versatilidade de Dudu. Gravada também pelo grupo Deu Vibe, da Ceilândia, a música retrata relacionamentos não consolidados, onde a prioridade é ausente, refletindo as dinâmicas da paixão.

Em “Nossas Fantasias” uma incursão na ficção é apresentada, trazendo uma melodia mais lenta e romântica que emociona Dudu. A música explora a desilusão no final de um relacionamento, onde as fantasias compartilhadas desaparecem. “Coração no Refrão” mergulha no amor fraternal e na gratidão a Deus pelos dons da vida e da música. Uma celebração da amizade, destacando o valor das relações que vão além do romântico. Inspirado no estilo de Tiê, “Prova e Inspiração” é um reflexo sobre o modismo e a capacidade de Dudu de incorporar sua identidade. A música aborda o valor da vida e o combustível do amor, reconhecendo que nem sempre obtemos o que buscamos, mas a jornada é tão importante quanto o destino.

Sambas da Vida já está disponível em vídeos lançados nos canais do YouTubeFacebook e Instagram do Dudu 7 Cordas. Desde 24 de outubro, o artista vem presenteando o público com um vídeo por semana, tendo sido o último lançado no dia 6 de dezembro. A partir do dia 24, na véspera de Natal, o disco fica disponível nas plataformas de streaming, como Spotify, Deezer, Apple Music, TIDAL, YouTube Music, Amazon Music, entre outros.

O cantor está com boas expectativas com a chegada do álbum na zona de streaming. “Está indo tudo de acordo com o planejado. A gente tá fazendo isso há muito tempo, e tá tudo muito bem arquitetado, tudo bem amarradinho para não ter erro e a gente conseguir bons números, um bom alcance pelo streaming”, pondera Dudu.

Lançamento do álbum Sambas da Vida nas plataformas de áudio
Data de lançamento: 24 de dezembro
Link para conferir os vídeos:
YouTube
Facebook
Instagram: @dudu7cordas